Últimas
 
Promoções
 
Marcas
 
chat On-line
www.facebook.com/cobrase.lagartos
 
Carrinho
0 items
 
Destaque
 

Folha de cuidados- Ateleryx albiventris

Folha de cuidados- Ateleryx albiventris
Clique para Ampliar
Preço: 0.00€
Disponibilidade: 1
Modelo: Ouriço Pigmeu Africano
Fabricante: Linha C .L. -Cobras e lagartos
Nota média: Não foi avaliado

NOME COMUM: Ouriço Pgmeu Africano


NOME CIENTÍFICO: Ateleryx albiventris


ORDEM: Insectivora
FAMILIA: Erinaceidae
GÊNERO: Erinaceus
ESPÉCIE: albiventris
PESO: 250 a 600 gramas
TEMPO DE VIDA: 3 a 4 anos na selva e 10 anos em cativeiro

TEMPERATURA RETAL: tende a ser mais baixa que a maioria dos outros mamíferos, aproximadamente 34º C


HIBERNAÇÃO: a hibernação normalmente acontece quando a temperatura ambiente está abaixo de 16oC. Os ouriços não precisam hibernar e, não o farão se você os mantiver morno e bem alimentado.


GESTALÇÃO: 34 a 37 dias, média de 3 a 4. Pode chegar a 7.

Quando nascem os espinhos são muito suaves e, começam a endurecer a partir do 2º ou 3º dia e, os olhos abrem entre 14 a 18 dias. Desmamam entre 4 a 6 semanas de idade. É importante o ouriço receber o colostro da mãe para adquirir imunidade.


VACINAÇÃO
: Não é necessário


ALIMENTAÇÃO: na natureza os ouriços consomem uma variedade de insetos e pequenos vertebrados. Em cativeiro, foram mantidos com ração de gato dieta, frutas, legumes, carne ou ovos cozidos e zophoba,tenebrio,baratas,caracóis etc. que são um grande petisco para estes, bebem água que deve ser dada através de bebedouros de bicos (iguais aos de chinchila).


CARACTERÍSTICAS: vida solitária e hábitos noturnos. Possui espinhos para defesa contra predadores e a pele é solta, o que permite o animal enrolar como uma bola, também para defesa. Seu nariz e grande o que facilita o faro para encontrar alimento à noite. Abrigam frequentemente debaixo de troncos, entre pedras, debaixo de raízes de árvores. Embora principalmente terrestre, eles podem nadar e escalar muito bem. Qualquer som pouco conhecido ou movimento resulta em uma postura defensiva de rolar para cima em uma bola.

O Ouriço Africano pode ser distinguido de toda espécie de ouriços porque falta o 1º dedo do pé e, assim, só tem 4 dedos. Também é o menor que o ouriço europeu. Eles são cobertos com um “casaco” uniforme de espinhos. Sua pele é fina e recobre a face, o ventre e os flancos sendo as orelhas largas e pequenas. Estes ouriços substituem os espinhos regularmente e renovam aproximadamente 80% a cada ano. Se tiverem bastante atenção e carinho se tornam totalmente domesticáveis.

Acredita-se que o ouriço Africano viva 10 anos em cativeiro, mas a nossa experiência como criadores mostra que estes animais vivam apenas em media 5-6 anos. Eles preferem a solidão a maior parte do tempo mas poderá com espaço manter um trio ou um casal.

Se não forem estimulados ao contrário, iniciam suas atividades somente à noite e passam a maior parte do dia dormindo. Os ouriços não são animais territoriais entre o mesmo sexo , machos na mesma gaiola podem lutar violentamente.

 Quando assuntados esta espécie pode virar uma bola de espinhos e, eles podem se manifestar através de sons tal como assobios, sopros quando percebem alguma ameaça sendo o grunhir é o som mais comum entre eles, emitem este som quando estão sendo acariciados ou quando estão procurando por algo e, soltam um guinchar alto e forte se assustado ou machucado.

 A visão é deficiente por isso os ouriços Africanos desenvolveram muito bem o olfato. Tente sempre usar o mesmo perfume para manusear o seu animal pois assim, ele acostumará mais fácil com o seu cheiro e o reconhecerá com mais facilidade.

Na selva estes animais podem hibernar total ou parcialmente quando chega o inverno. É recomendado que não se deixe o ouriço, entrar em hibernação, para isso, mantenha seu ambiente em temperatura constante (24-27ºc) e brinque sempre com ele. Este animal quando é bem tratado mantem seus espinhos abaixados para que seja manuseado sem ferir o seu dono.

Ele se adapta facilmente em diferentes ambientes interagindo com cães e gatos, se eventualmente mudar de dono, se adaptará facilmente desde que tenha sido bem tratado desde o início. Estranhará o ambiente por mais ou menos duas semanas ficando tímido e assustado, depois disso, estará totalmente adaptado.


SAÚDE

UNHAS DO PÉ: as unhas do pé destes podem crescer além do normal e podem causar dificuldades de locomoção. Você deve aparar regularmente as unhas de seu animal caso este não desgaste o suficiente, os nossos percorrem muito o espaço de casa e desta forma não necessitamos disso.

PARASITAS E OUTRAS DOENÇAS: Convém tal como os cães ou gatos desparasitar uma vez ao ano ou de 6 em 6 meses



OBESIDADE: Dieta imprópria e super alimentação pode resultar em um ouriço obeso. Estes animais são propensos a todos os problemas associados que vêm com a obesidade.

CÂNCER: O câncer é muito predominante nos ouriços, especialmente nos animais acima de 3 anos de idade. Foram informados tumores em todo o organismo mas, é especialmente comum na área gastrointestinal. Os sinais podem ser vagos e não específicos mas, os mais frequentes são perda de peso e apetite e letargia.

LAMBER: Algumas substâncias ativam o ouriço que se lambe até que eles formam uma saliva espumosa que se acumula em suas bocas e que é esparramada sobre os espinhos. O propósito deste comportamento é desconhecido.

REPRODUÇÃO

Os ouriços procriam durante todo o ano e, quando os ouriços cortejam, é um processo ruidoso e longo. É provavelmente melhor colocar o macho com uma ou mais fêmeas durante uma semana. Durante o ritual o macho corre em volta do ninho, até que a fêmea permita que ele se aproxime, baixando os espinhos. A cópula, de poucos minutos e se repete várias vezes. Depois da cobertura isole as fêmeas grávidas. A gestação leva aproximadamente 5 semanas e dão a luz a 3 ou 4 filhotes. Eles abrem os olhos depois de 12 a 18 dias e com 21 dias já se alimentam de ração. É possível criar órfãos com leite de gata.

Depois de parir a mãe e os filhotes não devem ser tocados por duas semanas. Para que a limpeza da gaiola se realiza use uma colher ou uma pequena pá para retirar as fezes. Se a mãe sentir cheiro estranho ou o ambiente for perturbado a fêmea pode abandonar o ninho ou devorar os filhotes no intuito de defendê-los. O ambiente deve ser o mais tranqüilo possível. Às vezes, pode acontecer da fêmea espalhar a ninhada pelo abrigo sem saber o que fazer. Isto significa que ela está assuntada e não sabe o que fazer. Com muita calma e, utilizando uma colher, pegue os filhotes e leve-os para o ninho, pode ser que ela se acalme e não abandone a cria.

Pela nossa experiência este animal é espetacular como animal de estimação, fácil de manter e super divertido

 

Alguma questão disponham

 

www.cobraslagartos.com


Escrever um Comentário »
Seu Nome:


Sua Revisão: Atenção: Codigos HTML não são aceitos!

Avaliação: Ruim            Bom

Digite o código na caixa abaixo:

Não há imagens adicionais para este produto.
Loja LOJA COBRAS E LAGARTOS